Fibra

Início > Lusa > Internet: Blogues católicos devem aprofundar notícias para formar opinião - conferência no Vaticano

Internet: Blogues católicos devem aprofundar notícias para formar opinião - conferência no Vaticano

terça, 03 maio 2011 10:08

Um dos 150 bloguistas católicos ontem reunidos no Vaticano, o brasileiro Wagner Moura, contou à Lusa que, segundo os conferencistas, os blogues devem fazer mais do que “copy/paste”: devem aprofundar e analisar as notícias, contribuindo para formar opinião.

 

O encontro promovido pelo Vaticano reuniu jovens comunicadores que utilizam a rede como meio de divulgação dos valores cristãos, entre os quais quatro de língua portuguesa.

“Este momento promovido pelo Vaticano é inédito e mostra o respeito por esses comunicadores do dia-a-dia, pessoas nem sempre profissionais, mas muito interessadas em novos meios de comunicação”, afirmou Wagner Moura, criador do blog “O Possível e o Extraordinário”, um dos selecionados para participar do evento.

Durante a palestra, os conferencias lembraram aos bloguistas que a Internet é um espaço onde nem sempre aquele que tem razão é o mais lido, mas sim “aquele que mais faz barulho e o que faz mais barulho primeiro”.

A partir desta premissa, o Vaticano destaca a importância em não ignorar esse campo, mas sim dialogar com ele, “conhecê-lo melhor e colaborar com ele”, explicou Wagner à Lusa.

Como exemplo da importância dos comunicadores católicos na rede, alguns dos conferencistas citaram a confusão gerada em torno da entrevista do papa Bento XVI divulgada em novembro de 2010, quando mencionou o uso de preservativos.

“Bento XVI não aprovou o uso do preservativo, mas o mundo inteiro - pelos jornais - divulgou o contrário, o que trouxe um grande problema para a comunicação da Santa Sé”, lembra Wagner.

Daí que os bloguistas tenham sido apontados durante o evento como “elementos fundamentais para a formação de uma comunidade”, em especial pelo caráter mais analítico e aprofundado que as notícias postadas no blog devem conter, em relação a um site de notícias, por exemplo.

“Todos concordam que uma das principais contribuições dos bloguistas é fortalecer uma comunidade interessada em determinado tema, por meio de divulgação responsável de conteúdo”, afirmou à Lusa o criador do blog que hoje recebe cerca de 10 mil visitas mensais.

Wagner enfatizou ainda a necessidade de o blog ser uma plataforma diferente dos media em geral, não se limitando ao “copy/paste” e sim a um trabalho de aprofundamento das informações, a funcionar como uma fonte de análise e opinião sobre as notícias já divulgadas anteriormente.

“A internet não tem fronteiras nem limites e é sempre uma tentação para a nossa liberdade. Para mim, a mensagem é comunicar para a liberdade. Não ter medo de expor o que pensamos, de passar a nossa leitura do mundo”, observa.

Ao todo, 150 bloguistas católicos de diversos países do mundo foram selecionados pela Santa Sé para participar do evento, sendo cinco deles representantes da língua portuguesa, mas apenas quatro puderam estar presentes, sendo dois deles responsáveis pelo mesmo blog, o “Jovens sem Fronteira”.

Também esteve presente no encontro o Padre Djalma Magalhães, brasileiro que mora em Roma e é responsável pelo “Blog do Padre Djalma”.

Fonte: Lusa

Briefing advocatus fibra Welcome store


Considerações Legais     © 2015 fibra     Ficha Técnica      Estatuo Editorial