Fibra

Início > Internet > Comércio eletrónico: mais frequente dos 25 aos 34 anos

Comércio eletrónico: mais frequente dos 25 aos 34 anos

quinta, 07 novembro 2013 11:34

O comércio eletrónico em Portugal é mais frequente no grupo etário dos 25 aos 34 anos, sendo utilizado por 30,2 por cento das pessoas neste grupo etário, informa o Comércio eletrónico: mais frequente dos 25 aos 34 anosInstituto Nacional de Estatística (INE) nos resultados do Inquérito à Utilização da Tecnologias de Informação e da Comunicação pelas Famílias.

Os resultados indicam que, tal como acontece na utilização do computador, o recurso ao comércio eletrónico diminui à media que aumenta o grupo etário, sendo a redução particularmente significativa a partir dos 45 aos 54 anos, informa o INE.

Em termos gerais, o Instituto indica que o comércio eletrónico é utilizado por 14,8 das pessoas entre os 16 e os 74 anos.

Os resultados do inquérito indicam que, em 2013, 64,0 por cento das pessoas com idade entre 16 e 74 anos utilizam computador e 62,1 por cento acedem à Internet, aumentando a semelhança dos valores e trajetórias das duas séries de dados.

A diferença entre estes dois indicadores, que era quase de 5 p.p. em 2009, reduziu-se para cerca de 2 p.p. em 2013. Entre 2009 e 2013, as taxas de crescimento médio da utilização de computador e Internet foram, respetivamente, de 5 por cento e 7 por cento.

A utilização do computador, bem como da Internet, é mais frequente entre as pessoas do grupo etário mais jovem (16 aos 24 anos), diminuindo à medida que a idade aumenta, e particularmente a partir dos 45 anos em que a proporção de utilizadores de computador e Internet regista proporções inferiores à média nacional.

De acordo com os resultados do Inquérito 66,7 por cento dos agregados familiares residentes em Portugal têm computador em casa e 62,3 por cento têm acesso à Internet.

Diz o INE que estes resultados indicam que se mantém a tendência crescente no acesso das famílias a estas tecnologias, bem como o abrandamento do crescimento anual. Se entre 2009 e 2013 se verificou um aumento de quase 11 pontos percentuais (p.p.) no acesso a computador e de 14 p.p. no acesso à Internet, mais de metade destes acréscimos ocorreu nos dois primeiros anos, registando valores da ordem de 1 p.p. no ano corrente (0,6 p.p. no caso do acesso a computador e 1,3 p.p. para o acesso à Internet).

Fonte: INE

 

Briefing advocatus fibra Welcome store


Considerações Legais     © 2015 fibra     Ficha Técnica      Estatuo Editorial