Fibra

Início > Internet > Internet: 45 por cento dos europeus dispostos a mudar de operador por mais velocidade

Internet: 45 por cento dos europeus dispostos a mudar de operador por mais velocidade

segunda, 08 julho 2013 16:38

internetQuase metade dos agregados familiares europeus melhoraria a sua assinatura da Internet ou mudaria de fornecedor para obter um acesso em banda larga de débito mais elevado, revelam os primeiros dados do Eurobarómetro sobre como os europeus utilizam a internet.

 

A Vice-Presidente da Comissão Europeia, Neelie Kroes, declarou a este respeito: "Os consumidores desejam cada vez mais dispor de uma Internet suficientemente rápida para poderem ver vídeos, por exemplo. E para os que gerem negócios a partir de casa, a celeridade é também um fator de competitividade. Os consumidores, na hora de escolher, privilegiam agora tanto a velocidade como o preço".

O inquérito revelou ainda que mais de metade (54 por cento) das famílias limitam as suas chamadas móveis nacionais e internacionais devido a preocupações com os custos.

No entanto, o inquérito de 2013 constatou que a percentagem de pessoas preocupadas com o custo das chamadas para outras redes que não as suas próprias redes nacionais baixou 11 pontos percentuais (de 60 por cento para 49 por cento ). Este é um sinal claro de que os esforços da Comissão para reduzir as tarifas da terminação de chamadas nas redes móveis estão a produzir efeitos positivos para os consumidores.

Os resultados do inquérito revelam que 20 por cento afirmaram ser por vezes difícil aceder a conteúdos em linha ou viram as suas aplicações nos telemóveis bloqueadas (esta percentagem aumentou 4 pontos percentuais em relação a dezembro de 2011).

Estes problemas verificaram-se mais quando tentavam ver vídeos (42 por cento ), ouvir música (22 por cento ), descarregar conteúdos vídeo gratuitamente (22 por cento ), ver eventos em direto (20 por cento ) ou jogar jogos em linha (19 por cento ).

Outros resultados: 44 por cento das famílias têm, pelo menos, uma assinatura de acesso móvel à Internet (contra 30 por cento em 2012); 45 por cento das famílias adquirem um pacote de serviços de comunicações (por exemplo, uma combinação de serviços de televisão, banda larga, telefone, serviços móveis) ao mesmo fornecedor (45 por cento ): 40 por cento (dos 45 por cento de famílias) consideraram a hipótese de mudar de fornecedor do dito pacote, mas 29 por cento afirmam que não é fácil comparar as condições de oferta

Fonte: Comissão Europeia

Briefing advocatus fibra Welcome store


Considerações Legais     © 2015 fibra     Ficha Técnica      Estatuo Editorial