Fibra

Início > Entrevistas > Uma solução para a falta de tempo

Uma solução para a falta de tempo

quarta, 04 julho 2012 12:00   Saurahb Khana e Luís Martins, Zaask

Saurahb Khana e Luís Martins O objetivo da Zaask é resolver de uma forma inovadora e eficaz um problema que tem séculos: a falta de tempo de muitas pessoas ou empresas. É assim que Saurahb Khana e Luís Martins, os dois empreendedores na origem do projeto, explicam o que pretende ser esta inovadora plataforma.


Fibra | Como nasceu a ideia da Zaask?

Saurahb Khana e Luís Martins | A origem da ideia nasceu há mais tempo mas apenas agora encontrámos o modelo ideal. Um dos fundadores, o Luis Martins, tem um conhecimento aprofundado de metodologias de resolução de problemas e eliminação de desperdício, nomeadamente o Lean 6 Sigma. Ajudou a resolver muitos problemas no mundo corporativo e sempre teve o bichinho de encontrar uma forma de eliminar tarefas que não acrescentam valor à vidas das pessoas. Após alguns anos de experiência no mundo da internet e presença em dezenas de conferências à escala global, encontrou uma solução. Solução essa que atinge um dos objectivos dos fundadores: desenvolver um modelo sustentável, que alie o impacto social aos benefícios económicos.

Fibra |  O que é que faz a vossa diferença em relação ao que já existe?

SK e LM | O objetivo da Zaask é resolver de uma forma inovadora e eficaz um problema que tem séculos: a falta de tempo de muitas pessoas ou empresas. Existem muitas tarefas do nosso dia-a-dia, que se pudéssemos, pagávamos a alguém de confiança e com talento para as realizar. No entanto, nem sempre é fácil encontrar estas pessoas, dá muito trabalho e tipicamente não se tem muita escolha. É exatamente este custo que a Zaask pretende eliminar, assim como aumentar as possibilidades de escolha para quem precisa. Para tal, recorre às novas tecnologias para promover o encontro entre pessoas ou empresas que precisam de ver certas tarefas feitas mas que não têm tempo ou recursos (Askers) e as pessoas da sua comunidade que têm tempo e talento para realizar essas mesmas tarefas (Taskers).

Fá-lo de uma forma inovadora e com bastantes vantagens comparado com as soluções atuais, nomeadamente dos sites de classificados. Na Zaask, num passo só, para qualquer trabalho e de forma gratuita, o Asker consegue obter muito mais informação para tomar a sua decisão: recebe várias propostas directamente de quem as faz, para aquela tarefa específica, sem custos de agência ou overheads e com bastante informação por parte dos Taskers, nomeadamente avaliações de trabalhos passados assim como uma validação da informação pessoal.

Funciona da seguinte forma:


1. No site zaask.com, o Asker descreve a tarefa/trabalho que necessita de ver realizada (esta informação é disparada para as pessoas ou empresas da comunidade que quiser);

2. Recebe propostas por parte de pessoas ou empresas que estiverem disponíveis para lhe fazerem a tarefa/trabalho;

3. Escolhe a proposta que mais lhe agradar com base no preço e perfil dos Taskers;

4. Depois da tarefa concretizada, o pagamento é feito online (pelo valor acordado previamente) e é feita uma avaliação aos Taskers


O esquema de avaliações e recomendações do histórico de trabalhos é crítico no momento da escolha e mitiga bastante o tema da segurança que é para a Zaask tão importante! Por essa razão, os Taskers são criteriosamente escolhidos e obtém uma série de certificados por cada informação validada, tal como registos nas redes sociais, números de contato, NIF, etc. A validação de informação está alinhada com os incentivos dos Taskers pois aumentam bastante as hipóteses de ganhar trabalhos!

Temos também feitos workshop semanais muito com o objetivo de conhecermos e darmo-nos a conhecer à comunidade!

Fibra | Quais os objectivos a curto-prazo?

SK e LM | A curto prazo estamos completamente focados em ultrapassar a fase Beta em que nos encontramos. Para tal, temos ouvido muito os nossos Utilizadores. Criamos várias formas dos Utilizadores darem o  seu feed-back: barra de feed-back sempre presente em todas as páginas do site, online messaging durante a utilização da plataforma, formulários de feed-back e página do Facebook. Para além disto, utilizamos intensamente ferramentas analíticas que nos permitem saber sistematicamente onde estão os bottlenecks.  A somar a estas ferramentas, criámos processos de trabalho e uma excelente dinâmica de equipa que nos permite, em cada momento, obtermos quick wins e melhorar, de dia para dia, a experiência do utilizador. Nada disto seria possível sem muita dedicação e trabalho!

Tendo em conta o ritmo de trabalho, estimamos, em meados de Julho, ter uma plataforma de acordo com as nossas exigências. Em paralelo, estamos neste momento a negociar com parceiros investidores que nos permitirão escalar rapidamente e internacionalizar.

Fibra | Como tencionam promover a empresa?

SK e LM | O nosso objetivo é ter um estratégia coerente de comunicação, utilizando os vários meios disponíveis de forma eficiente, de maneira a minimizar o custo de aquisição. Para tal, é necessário monitorizar de muito perto a rentabilidade de cada euro investido em cada um dos canais. Nesta fase, ainda estamos a otimizar os processos e o modelo que nos permitirão ter a informação correta em cada momento para poder tomar as decisões ótimas de investimento em marketing.

Fibra | Em que medida é que o Lisbon MBA despertou o vosso espírito empreendedor?

SK e LM | Em muito. O Lisbon MBA é um excelente programa ao nível dos melhores do mundo! Principalmente o nível dos professores que é “world class”. O empreendorismo está na ordem do dia neste programa e cabe aos alunos aproveitá-lo da melhor forma. É um trabalho que demora algum tempo a mostrar os seus benefícios pois infelizmente, ainda não há uma cultura de empreendedorismo em Portugal. No entanto, e como dizem os espanhóis “Listo como la hambre” e a crise pela qual passamos vai rapidamente alterar o panorama. O Lisbon MBA é uma entidade de referência em Portugal que irá alavancar esta mudança.

Fonte: Fibra

Briefing advocatus fibra Welcome store


Considerações Legais     © 2015 fibra     Ficha Técnica      Estatuo Editorial