Fibra

Início > Empresas > Lisboa tem (de) novo "Challenge" para startups

Lisboa tem (de) novo "Challenge" para startups

sexta, 05 maio 2017 14:32

A Lisbon Challenge, programa internacional de aceleração de 3 meses para startups de base tecnológica, tem candidaturas abertas até ao dia 15 de julho e regressa com novidades. Este ano, no máximo 10 startups selecionadas vão receber 10 mil euros em troca de 1,5% do seu capital.

A "principal" novidade é que o programa migra de um formato non-equity, sem qualquer tomada de participações ou investimento, para um acelerador associado a um fundo de investimento, cujo valor será assegurado pela LC Ventures, sociedade de capital de risco associada à Beta-i.

"O Lisbon Challenge está no centro da atividade da Beta-i, e por isso estamos sempre a trabalhar para melhorar a qualidade, conteúdos e alcance do programa. Desde o início do programa que o objetivo de ter um acelerador associado a investimento estava nos nossos planos", salienta o co-fundador e CEO da Beta-i, Pedro Rocha Vieira.

Inicialmente serão escolhidas até 30 startups para o bootcamp de uma semana, com início em setembro. De seguida, o número reduz-se até 10 startups para o programa de aceleração, que tem lugar ao longo de 10 semanas. Este programa visa possibilitar às equipas o contacto com mais de 200 mentores e investidores internacionais, participarem em workshops, sessões de prática de apresentação e eventos de networking.

O Lisbon Challenge arrancou em 2013 e já contou com a participação de 185 startups, de 28 países. Este ano, o programa foi considerado o 2º acelerador mais dinâmico da Europa pela Fundacity, segundo comunicado.

fibra@briefing.pt

Briefing advocatus fibra Welcome store


Considerações Legais     © 2015 fibra     Ficha Técnica      Estatuo Editorial