Fibra

Início > Empresas > Investimento nacional em TI continuará a crescer até 2020

Investimento nacional em TI continuará a crescer até 2020

quarta, 01 fevereiro 2017 14:27

A IDC prevê que o mercado de TI, incluindo os novos "aceleradores de inovação", cresça a um ritmo anual médio de 4,8% até 2020. Nesse ano, espera que a terceira plataforma e os aceleradores de inovação representem 52% da despesa com tecnologia em Portugal.

"Apesar da Transformação Digital estar no topo das agendas das principais organizações de todos os setores em Portugal, a IDC prevê que, em 2020, apenas 25% das 500 maiores organizações portuguesas irá conseguir desenvolver com sucesso uma estratégia de diferenciação competitiva através da Transformação Digital", afirmou o diretor-geral da IDC em Portugal, Gabriel Coimbra.

Segundo a conferência IDC FutureScapes 2017, o investimento em TI, em Portugal, irá atingir os 3,6 mil milhões de euros em 2017, um crescimento de 0,9% face a 2016.

O aumento dos gastos com tecnologia da terceira plataforma (cloud, mobilidade, social business e big data) e o decréscimo de 3% nas tecnologias de segunda plataforma vão contribuir para esta tendência.

Prevê-se ainda que em 2017 a tecnologia da terceira plataforma cresça 11,5% e que o mercado das tecnologias associadas aos novos "aceleradores de inovação" (soluções de IoT, Robótica, Impressão 3D) cresça 25,4%.

No que toca aos departamentos de TI, a IDC prevê que, devido a ausência de visão, credibilidade e capacidade de influenciar o negócio, 40% dos CIO não conseguirá alcançar papéis de liderança na Transformação Digital nas suas organizações.

No início de todos os anos, a IDC revela as 10 principais previsões para o mercado das TIC a nível mundial e em Portugal.

fibra@briefing.pt

Briefing advocatus fibra Welcome store


Considerações Legais     © 2015 fibra     Ficha Técnica      Estatuo Editorial